O Kefir é Azedo Mesmo?

O Kefir é Azedo Mesmo ?

Você decide se quer azedo ou não, o Kefir pode ficar azedo ou ácido quanto maior for o tempo de fermentação, se desejar um Kefir que não seja azedo, basta deixar menos tempo e terá um Kefir suave. A proporção de grãos para o leite e temperatura ambiente também influi na fermentação.

O Kefir é Azedo Mesmo ?
O Kefir é Azedo Mesmo ?

Medindo Taxa de crescimento de grãos de kefir

Medindo o Crescimento do Kefir.

Por peso: Pesar grãos de kefir a cada 3-4 dias, ou mais.

Para preparar os grãos para a pesagem, primeiro enxague com água limpa sem cloro, água fria ou leite fresco, coe e deixe que o excesso de líquido escorra.

Em volume: Use um copo de medição para calcular o volume de grãos.

Ou, depois de esticar, limpe o frasco, coloque os grãos de kefir de volta para o frasco e marcar a parede do lado de fora da jarra com um marcador permanente, para indicar o nível de grãos. Ai é só observar o desenvolvimento dos bichinhos.

Não há necessidade de lavar os grãos antes de tomar a medição.

No entanto, para melhorar a precisão, a mesma técnica deve ser usado uma de cada vez.

Medindo a Taxa de Crescimento do Kefir.
Medindo a Taxa de Crescimento do Kefir.

Refrigerante de Kefir de Água

Refrigerante de Kefir de Água.

Novidade para o calor

REFRIGERANTE PROBIÓTICO COM O KEFIR DE ÁGUA:

INGREDIENTES

50 grs de Gengibre
1 litro de água
1 limão
3 canelas em pau pedaços grande
2 colheres (sopa) açucar mascavo organico
2 copos de grãos de kefir de água (coado) (o copo é do tipo requeijão)

MODO DE FAZER:

1- PRIMEIRO PASSO-Em uma panela coloca um litro de água, pique o gengibre e põe para ferver, depois de fervido desligue o fogo, tampe a panela e deixe a num canto esfriando naturalmente.

2- SEGUNDO PASSO-Depois de frio esprema meio limão coado e 2 colheres de sopa de açucar mascavo, mexa bem e coloque para fermentar com os dois copos de kefir de água.

3-TERCEIRO PASSO-Após 24 horas faça o processo de coagem dos grãos, coloque a canela, meio limão cortado em rodelas finas e coloque num recipiente fechado põe na geladeira por 4 horas.

4-QUARTO PASSO-Após 4 horas coe novamente e engarrafe, conserve na geladeira e sirva sempre geladinho.

Refrigerante de Kefir de Água.
Refrigerante de Kefir de Água.

Picolé de Kefir

Picolé de Kefir

Ingredientes

700g de kefir gelado (fermentado por 24 horas)
6 colheres de açucar ou mel se preferir (mexa e experimente para saber se está doce a seu gosto)
Frutas cortadas em fatias, como morangos, manga, kiwi, abacaxi.

MODO DE PREPARAR:

Arrume as frutas nos copos, tentando deixa-los bem colados nas laterais para que fiquem bem aparentes quando ficarem prontos. Despeje o kefir, coloque os palitos e leve ao freezer.

Picolé de Kefir
Picolé de Kefir

O soro do kefir tem utilidade?

Para quem não sabe, o soro de iogurte é exatamente a mesma coisa que muitos conhecem pelo nome em inglês: whey protein.

O soro de iogurte é um líquido precioso e vem sendo usado na alimentação tradicional por séculos. Na Islandia o soro de iogurte é largamente usado na conservação de alimentos, e na Grécia o soro de iogurte é conhecido como “água da cura”. Até pouco tempo atrás alguns SPAs na Europa recomendavam o uso do soro de iogurte para o tratamento de diversos males, como por exemplo gota, anemia, artrite e até tuberculose. É uma excelente fonte de minerais, aminoácidos essenciais e lactobacilos.

Segundo os mais antigos, uma colher de sopa de soro de iogurte num pequeno copo de água após as refeições ajuda na digestão. É um bom remédio para manter os músculos sempre renovados. Para mulheres que sofrem de candidíase, um “banho de bacia” com água morna e um punhado de soro de iogurte, pode ajudar a aliviar o problema. Uma estudiosa da alimentação tradicional que conheci há alguns anos num congresso que fui nos Estados Unidos, contou que pingava gostas de soro de iogurte no nariz dos filhos gripados – ela contou que sempre foi o melhor remédio para vias congestionadas!!

Com o soro de iogurte você pode produzir incríveis conservas caseiras. Tem conserva de pepinos, chucrute – a tradicional conserva de repolhos, kimchi – uma iguaria coreana, mini cebolas em conserva, beterrabas em conserva e o que mais a sua imaginação mandar.

Usar na imersão de grãos, feijões e leguminosas para aumentar a sua digestibilidade e conteúdo nutricional, para neutralizar o ácido fítico e outros anti-nutrientes.
Muito se recomendam o consumo de grãos integrais, porem nas cascas desses, são ricas em fibras insolúveis, estes alimentos tende a conter um teor maior de ácido fítico.

A dica é deixar os grãos de molho em água morna acrescido do soro do leite de kefir por no mínimo uma noite; inclusive a quinoa; o molho neutraliza inibidores enzimáticos presente em todas as sementes e estimula a produção de outras enzimas benéficas, cuja ação aumenta a quantidade de vitaminas disponíveis, especialmente as do complexo B.

O soro do kefir tem utilidade

Molho de kefir de leite para saladas

Ingredientes:

1 xícara de kefir de 24 horas coado e dessorado por 4 horas
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de pimenta
1-2 dentes de alho amassado

MODO DE FAZER
Misture os ingredientes.
Se desejar, pode acrescentar cebola, cebolinha picada ou alterne
cada dia com uma erva fresca do seu agrado.

Essa receita também pode-se consumir com saladas de alface, pepino e churrasco.

Molho de kefir de leite para saladas

Molho de kefir com cebolinha

Esse molho saudável e cremoso é apropriado para saladas de alface e pepino com carne bovina ou linguiça. Experimente.

Ingredientes:

100 g de kefir
100 g de creme de leite
1/2 colher (sopa) de suco de limão
1/2 colher (sopa) de vinagre de vinho branco
1 gota de mostarda
Sal a gosto
Pimenta-branca em grãos a gosto
1 pitada de açúcar
1 punhado de cebolinha
Modo de preparo:

Numa tigela, misture bem o kefir e o creme de leite. Acrescente o suco de limão, o vinagre e a mostarda e bata tudo até obter um creme homogêneo. Tempere o molho com a pitada de açúcar, sal e a pimenta moída na hora, a gosto. Lave a cebolinha, agite-a até secar e corte-a em aneizinhos, de preferência com uma tesoura de cozinha. Adicione ao molho e mexa bem.

Molho de kefir com cebolinha

Manga com kefir e chocolate branco

INGREDIENTES

50g de chocolate branco
125g de kefir ou iogurte natural
1 manga madura
10 avelãs caramelizadas (eu não tinha, infelizmente, mas na próxima não faltará)

Preparo
Derreta o chocolate picado em banho-maria. Em uma tigela grande coloque o kefir e misture gradualmente o chocolate derretido, misturando bem até ficar homogêneo. Deixe resfriar à temperatura ambiente. Depois de esfriar pode ser armazenado na geladeira. Descasque a manga e corte fatias grandes ou cubos.

Coloque a manga em copos ou em um prato e cubra com o kefir de chocolate branco. Salpique com as avelãs ou outra sementes.

manga com kefir

O que é Kefir de Leite ?

Para se produzir kefir de Leite é necessário conseguir primeiro os grãos de Kefir de Leite que contém uma variada flora de microorganismos benéfica ao ser humano.

Uma vez obtidos os grãos de Kefir de Leite pode-se ter kefir em casa para sempre, basta cultiva-los ou até mesmo guarda-los em condições especiais por longos períodos quando não estiverem sendo consumidos.

O Kefir de Leite para nosso consumo é o leite fermentado por algumas horas com grãos de Kefir, podemos ingerir os grãos também, mas normalmente preserva-se os grãos para a produção de mais Kefir de Leite.

Devemos ter em mente que o Kefir de Leite é diferente do iogurte, yakult, coalhadas caseiras e similares.

Pessoas tem tentado gerar os grãos de Kefir de Leite em casa e o máximo que conseguem é uma coalhada.

O Kefir de Leite foi criado na antigüidade e até hoje é desenvolvido sob condições particularmente quase impossíveis de serem repetidas na maioria das nossas residências atuais.

Para se gerar os grãos de Kefir “do nada” hoje em dia seria necessário simular um “ambiente” propício para seu surgimento, como foi feito a mais de 4.000 anos atrás, o que seria extremamente complexo e difícil para a maioria de nós, portanto será muito mais econômico e prático ganhar os grãos do que tentar fazer.

O Kefir de Leite é de difícil industrialização e atualmente no mundo existem diversos estudos para poder industrializar, veja nos links abaixo o Kefir em alguns países onde já existe a utilização, industrialização e/ou estudos:

http://www.danone.pl/Zdrowy-styl-zycia/Jedz-smacznie-i-zdrowo/Poznaj-grupy-produktow/Mleczne

http://www.kefir-club.co.jp

http://en.bergbauernmilch.de/produkte/organic-alpine-milk/kefir-fermented-milk/low-fat-organic-kefir/

O Kefir de Leite pode ser refrigerado para consumo, mas não pode ser colocado no congelador, freezer ou submetido a temperaturas abaixo de 0°C (zero grau centígrado) porque perderá microorganismos que perecerão.

No trato gastrointestinal de crianças recém nascidas são naturalmente encontrados diversos microorganismos contidos no Kefir, com o passar do tempo e também porque provavelmente paramos de consumir muito leite, perdemos esses microorganismos, e eles praticamente só podem ser reencontrados no Kefir.

Composição do Kefir de Leite:

O grão de Kefir é um agrupamento gelatinoso polissacarídeo que tem vários microorganismos em simbiose, e sua complexidade ainda não foi completamente decifrada pela ciência.

Basicamente o Kefir de Leite contém:

8 leveduras, 2 bactérias acéticas, cerca de 16 lactobacilos, cerca de 9 streptococci/lactococci, ácido fólico, ácido pantotênico, biotina(vitamina B), cálcio, carboidratos, fósforo, gordura, lactase, magnésio, niacina (vitamina B3), potássio, proteínas, pyridoxina (vitamina B6), triptofano, vários outros aminoácidos benéficos, vitamina B12, vitamina K.

Kefir de Leite
Foto dos Grãos de Kefir de Leite

Kefir de Leite Perguntas e Respostas

kefir de leite perguntas e respostas

Pergunta: As bactérias do Kefir não me atacarão?
Resposta: O Kefir contém cerca de 37 microorganismos.
O que ocorre é que esses microorganismos do Kefir são benéficos ao nosso organismo, principalmente porque a grosso modo eles simplesmente “devoram” os microorganismos malignos que estão dentro do nosso corpo, principalmente no sistema digestivo, existem inúmeros microorganismos maléficos que são eliminadas pelo Kefir e além de outras coisas o Kefir é também nutritivo.

Ou seja, a probabilidade de sermos atacados por organismos nocivos é total!

Mas o Kefir vai exatamente combater isso!

Esse já seria um bom motivo pra doar ou comprar Kefir, ou difundir o uso, imagine, doando ou comprando os grãos, consumindo ou divulgando o uso do o Kefir, estaremos combatendo microorganismos nocivos que a humanidade vem “cultivando” em seus corpos e que podem causar doenças, inclusive o câncer .

Outro motivo para doar ou comprar seria que o Kefir forma uma simbiose conosco, eles nos ajudam eliminando seres nocivos a nós e ainda nos alimentando, e nós os alimentamos e cultivamos, isso desperta um sentimento de solidariedade.

Descubra também dentro de você mesmo, motivos para doar comprar ou divulgar o Kefir.

No trato gastrointestinal de crianças recém nascidas são naturalmente encontrados diversos microorganismos contidos no Kefir, com o passar do tempo e também porque provavelmente paramos de consumir muito leite, perdemos esses microorganismos, e eles praticamente só podem ser reencontrados no Kefir.

Pergunta: O Kefir já foi testado em seres humanos?
Resposta: Estima-se que Kefir tem sido usado por seres humanos por cerca de 4.000 anos, nesse período, seu uso foi secreto por povos da região do Cáucaso, região montanhosa entre os mares Negro e Cáspio, eles tinham medo que inimigos ou supostos inimigos deles  tivessem acesso aos benefícios do Kefir ou que o Kefir perdesse suas propriedades benéficas,  portanto, esconderam durante cerca de quatro mil anos o segredo de produzir o Kefir. Esses povos consomem o Kefir a vida toda, desde o nascimento e são conhecidos pela sua longevidade e atingem em média 110 anos de idade.

O restante da humanidade começou a ter contato com o Kefir apenas cerca de um século atrás, em 1908 foi distribuído pela primeira vez na Rússia, depois que um grupo de médicos membros de uma Sociedade de Medicina que acreditavam que o Kefir seria benéfico aos seus pacientes incitaram dois irmão, de sobrenome Blandov,  produtores de laticínios a conseguirem o Kefir dos povos que o possuíam e guardavam em segredo. Através de uma manobra que hoje chamaríamos de espionagem, com auxílio de Irina Sakharova que era empregada dos Blandov para a tarefa de obter os grãos de Kefir. Envovido por Irina um príncipe da região do Cáucaso se apaixona por ela.

E apaixonado por Irina, o príncipe, possuidor de grãos de Kefir, termina preso por rapta-la, ele teve que comprar sua liberdade pagando cerca de 4,5 Kg de grãos de Kefir para Irina por determinação do Czar. A partir daí toda a Russia começou a consumir o Kefir e também passou a ser utilizado em hospitais.

No século passado, dizem alguns, que os Russos conseguiram a ocupação da Sibéria, região extremamente inóspita pelo frio, graças ao uso do Kefir.

Portanto, 4.000 anos atestam os benefícios do Kefir.

Pergunta: O Kefir é azedo mesmo?
Resposta: Você decide se quer azedo ou não, o Kefir pode ficar azedo ou ácido quanto maior for o tempo de fermentação, se desejar um Kefir que não seja azedo, basta deixar menos tempo e terá um Kefir suave. A proporção de grãos para o leite e temperatura ambiente também influi na fermentação.

Pergunta: Os grãos de Kefir soltam uma “gosma” branca?
Resposta: Sim, essa “gosma” branca que os grãos soltam e que normalmente vemos quando estamos peneirando é o que os pesquisadores batizaram de kefiran, com propriedades anti-cancerígeno.

Pergunta: Qual a temperatura e tempo ideais para cultivar o Kefir? 
Resposta: O Kefir deve ficar em temperatura ambiente entre 10 a 40 graus, sendo que a temperatura ideal para produzir é em torno de 20 a 37 graus por um tempo de fermentação que pode variar de algumas horas até três dias caso a temperatura ambiente esteja menos de 22°C.

Embora o tempo recomendado seja de até 3 dias de fermentação, por medida de precaução recomenda-se que acima de 36 horas não devemos consumir o Kefir fermentado em temperatura acima de 20°C.

Se mantivermos o Kefir depois de fermentado na geladeira ele manterá ainda condições para consumo por cerca de 3 dias. Se for feito queijo de Kefir o tempo de conservação poderá ser bem maior.

Caso ocorra fermentação acima de 36 horas devemos peneirar os grãos e descartar o líquido e adicionar os grãos em novo leite e retomar o processo de cultivo se os grãos estiverem em boas condições

A proporção ideal para seguir estes tempos é:
Uma colher das de sopa de grãos de Kefir para cada meio litro de leite.

Pergunta: Como devo consumir o Kefir?
Resposta: Na hora de consumir o líquido que chamamos de Kefir não deve conter grãos, os grãos devem ser separados com a peneira para posteriormente produzirem novos lotes de Kefir para consumo, eventualmente poderá até comer os grãos, caso tenha muitos, ou seja, não ha problema nenhum em ingerir diretamente os grãos.

Na aparência o Kefir é semelhante a coalhada ou iogurte (mas apenas na aparência) e pode ser misturado com frutas por exemplo.

Pergunta: Qualquer pessoa pode consumir o Kefir?
Resposta: Não ha nenhuma restrição em princípio,  qualquer pessoa poderá tomar o Kefir, salvo problemas de saúde que possam impossibilitar, nesse caso a orientação médica pode ser necessária.

Pergunta: Qual a quantidade de Kefir posso consumir por dia?
Resposta: O Kefir é um alimento e algumas pessoas ingerem um litro e meio por dia do Kefir de leite.

Pergunta: Qual leite devo usar?
Resposta: Nas maioria das cidades do Brasil pode se usar o Leite UHT (Longa vida) integral ou desnatado. Em locais que possa se conseguir leite fresco de vaca ou cabra serão melhores, mas esses devem ser fervidos e esfriados a temperatura ambiente antes de serem colocados os grãos.

Pergunta: Como cultivar o Kefir?
Resposta: Para produzir o Kefir de leite usa-se apenas:

– Grãos de Kefir

– Leite

Que devem ser colocados em uma pote de vidro.
A proporção de grãos para leite é em média de uma colher das de sopa de grãos de Kefir para cada meio litro de leite, se tiver mais grãos proporcionalmente a fermentação deverá ser mais rápida e deve ser trocado o leite em menor tempo.

O tempo de fermentação em temperatura média de 20° C (vinte graus centígrados) é o seguinte:
Para consumir um Kefir mais suave a fermentação deve ser mínima e pode durar apenas umas 6 horas, (Em dias mais frios isso pode demorar mais tempo) que é quando o leite começa a ficar mais denso (engrossar), a partir do momento que chega nesse estágio retira-se os grãos com a peneira e pode-se consumir o líquido peneirado ou colocar na geladeira e consumir mais tarde.
O Kefir mais ácido pode ser obtido em até três dias de fermentação.

Pergunta: Posso gerar os grãos de Kefir em casa usando açúcar, leite e pão?
Resposta: Não, os verdadeiros grãos de Kefir não foram gerados assim.

Procure comprar e receber os verdadeiros grãos através do nosso site Kefirdeleite.com ou de alguém que os tenha, assim poderá cultiva-los em casa com mais segurança.

Os grãos de Kefir verdadeiros, são especiais e ao entrarmos em contato com eles nos os “reconhecemos” plenamente, talvez porque eles passam a fazer parte de nós, nos protegendo e alimentando, assim como nós fazemos com eles.

E provavelmente podemos “reconhece-los” também porque certamente quando fomos recém nascidos já tivemos contato com  alguns microorganismos que o Kefir contém.

kefir de leite perguntas e respostas
kefir de leite perguntas e respostas